TV Vanguarda demite mais de 50 e enxuga sem parar

A afiliada TV Globo, Rede Vanguarda, demitiu mais de 50 funcionários durante a crise do coronavirus. Começou antes, com a saída de Michelle Sampaio, que reclamou de gordofobia na demissão. Depois tivemos Carlos Abranches, Bruno Pellegrini, Vanessa Vantine, Karen Schimidt , entre tantos outros.

O programa Vanguarda Mix acabou com as saídas de Jonas Almeida e Kelly Maria. Papo Vanguarda com Vinícius Valverde também não existe mais.

Dessa vez foram desligados vários profissionais de diversas áreas, entre elas, chefe de redação, editor de imagem, editor de texto, editor executivo, além de profissionais ligados ao Portal G1.

Seria o fim da TV no Vale do Paraíba ou o começo de uma nova era da comunicação?

Jornalista X